FLASH MOB - Intervenção

- “O Responsável não se encontra”!

A resposta se repetiu após várias tentativas inúteis de autorização para plugar o Som em uma tomada de uma das Múltiplas Lojas do Centro.

Tempo contado.

Do outro lado da rua, tinha um Ambiente inteiro disponível para o plugue.

Porém não calculamos a projeção do sol na calçada.

Danou-se.

Quarta Feira, 13 de Julho, 14h51min.


O cara do Drone deu o Calote.

Hip Hop é Compromisso.

Alguém grita do outro lado:

- Eu sou a Responsável!

Plugue de som conectado com Sucesso.

Fecha a rua.

Decibéis elevados.

Flash Mob.

Aparição relâmpago.

Diz-se de um Grupo de Dançarinas e Dançarinos, que param um centro por meio da Dança.

Neste caso Adolescentes.

Crianças.

Da Periferia.

De Vilas.

De Lares.

Da Vida Breve.

Hip Hop.

Break Dance.

Diz-se de Gente Maluca.

Que do nada aparecem.

E quando vê, se dispersam na Multidão.

Voltam pro anonimato.

Alguém entendeu o recado?

Mano, é Flash Mob!

Teoria de um Espetáculo não posto em prática antes.

Revolução.

Protesto.

Rebeldia pacífica.

Gente que nem se conhecem.

De lugares diferentes.

Porem todos com algo em comum.

Ou nunca viram a Alta Complexidade de perto?

B Boys e B Girls conectados por um mesmo passo de Dança.

E sim, deram o Recado.

Não prestou Atenção?

É Rápido!

É Flash Mob.

É 13 de Julho, dia do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Logo ali em Outubro será o dia da Criança.

E depois o Natal.

Voltaremos.

8 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo